quarta-feira, 18 de março de 2015

30º Depoimento: Onfalocele


O Vinicius Gabriel nasceu com Onfalocele, no Hospital Das Clínicas de São Paulo. Hoje está com 5 anos .





Depoimento:

      Quando estava grávida de 5 meses, fui fazer um ultrassom normal, e eu estava super feliz pois iria saber o sexo do bebê. Descobri que era um menino, fiquei muito feliz. Se passaram 12 dias, fui buscar o resultado do ultrassom e a moça que me entregou pediu que eu fosse ao meu ginecologista com urgência, então já comecei a ficar nervosa e perguntei a ela o porquê e ela disse que foi o médico que pediu que ela  me avisasse. Foi um dia em que a felicidade se transformou em medo e apreensão. 
      No outro dia quando o posto de saúde abriu lá estava eu nervosa e chorando querendo falar com o ginecologista, ele pediu que me acalmasse e abriu o exame leu ficou mudo e depois de alguns minutos me explicou que o meu filho iria nascer de ONFALOCELE, uma má formação na parede abdominal e que estava apenas o FÍGADO para fora da parede abdominal, foi o que o médico que fez o ultrassom viu. 
      Como eu moro em uma cidade de interior a única Santa Casa da Cidade não teria suporte para meu filho nascer e realizar a cirurgia, então eu fui encaminhada para o Hospital Das Clínicas De São Paulo HC, para continuar o pré-natal lá, depois de uma semana fui a primeira consulta do pré-natal no HC, foi quando o meu sofrimento foi maior, chegando lá foi pedido um ultrassom morfológico e meu mundo caiu, pois a ONFALOCELE do meu filho não era apenas o FÍGADO como o médico que fez o ultrassom em minha cidade falou, a ONFALOCELE do meu filho tinha FÍGADO, INTESTINO, e ESTÔMAGO expostos, fiquei desesperada, sem forças e com muito medo de perder o meu filho, não imaginava como meu filho iria aguenta todo esse sofrimento mas entreguei tudo nas mãos de Deus, pois eu sabia e sei que ele pode fazer milagres.
      Continuei nas consultas, foram muitas lutas, muitos exames e o coração apertado. Na penúltima consulta do pré natal estava com 37 semanas, minha cesária estava marcada para 2 semana depois, mas quando completei 38 semanas minha bolsa estourou em casa, fiquei apavorada com medo do meu filho nascer na minha cidade, pois sabia que lá não havia recursos pra ele. Foi uma correria, ligamos para a ambulância que demorou, eu já estava sentido contrações quando a ambulância chegou e ainda tivemos que passar na Santa Casa da minha cidade para o médico avaliar se estava na hora mesmo e se daria tempo de chegar ao HC. E sim, estava na hora do meu bebê, estava feliz e ao mesmo tempo nervosa, com muito medo, pois a ambulância tinha apenas 1h e 20 minutos para chegar ao HC. Era uma quarta-feira, feriado dia 22 de abril de 2009, era umas 10 horas da manhã, o trânsito estava intenso e eu moro em Santa Isabel até o HC é longe, por isso o motorista da ambulância ligou a sirene, tinha gente que não dava espaço, eu com dores, contrações e com medo, muito medo. 
     Depois de muito correr e enfrentar vários obstáculos chegamos, foi o tempo de entrar pela emergência e ir ao centro cirúrgico, pois havia de ser feita uma cesariana porque ele não poderia nascer de parto normal por causa da ONFALOCELE, aplicaram a anestesia e eu apreensiva, depois de alguns minutos ouvi aquele chorinho, meu Deus foi uma emoção enorme, minhas lágrimas rolaram, eu só queria ver meu filho logo, olhar pra ele e agradecer a Deus. Depois de alguns minutos a enfermeira trouxe ele todo enroladinho, ele me olhou nos olhos e eu olhei pra ele e naquele momento o nosso amor foi selado, depois disso ele foi para incubadora e transportado para o INSTITUTO DA CRIANÇA HC, é um hospital que faz parte do HC, mas é do outro lado da onde eu iria fica. 
      Depois disso, eu fiquei 3 dias internada e não vi o meu filho, só recebia noticias pela minha irmã que acompanhou ele, depois de 72 horas de vida ele foi operado da ONFALOCELE, foi colocado um silo para que os órgãos que estavam para fora entrassem para o lugar e depois seria feita a cirurgia para fechar o abdômen. Ai começaram mais sofrimentos, meu filho teve uma HEMORRAGIA INTRA CRANIANA DE GRAU 1, que graças a  Deus não deixou sequelas e os médicos quando fizeram os exames necessários antes de operar da onfalocele descobriram REFLUXO e  PROBLEMAS CARDÍACOS que não haviam sido detectados na gestação.  Meu Deus, eu estava em choque, meu filho estava ali todo entubado e com aquele corte no abdomen, naquele momento eu só queria ter o dom de tirar aquele sofrimento dele e passar tudo pra mim... A tristeza inundava meu coração, mas ao mesmo tempo eu tinha fé que Deus estava no controle. Foram feitos mais exames após a a cirurgia da ONFALOCELE e descobriram que o meu filho tinha CIV (COMUNICAÇÃO INTERVENTRICULAR) e PCA (PERSISTÊNCIA DO CANAL ARTERIAL) e iria ter que operar. Ele ficou quase 2 meses na UCINE do INSTITUTO DA CRIANÇA DO HC. 
      Quando veio para casa foi uma alegria, mas idas e vindas eram constantes por conta dos PROBLEMAS CARDÍACOS  e inflamações na cirurgia da ONFALOCELE. Com 11 meses de vida os médicos decidiram operá-lo do coração, ele estava tão gordinho e tão esperto e ter que vê-lo passar por outro sofrimento me partia o coração, mas era preciso, ele operou do coração e ficou 1 mês e meio na UTI, fez seu primeiro aninho no hospital, mas Deus me deu fé para passar por tudo junto com ele... Hoje ele tem 5 anos, no ano passado ele fez uma cirurgia de HÉRNIA, mais uma batalha que ele venceu. A cirurgia cardíaca não corrigiu todos os defeitos, os médicos estão esperando para ver se vai haver evolução conforme o crescimento, se não ele vai operar novamente, mas eu creio que Deus não vai permitir, Ele vai fazer um milagre. Agradeço a Deus por me dar os mais lindo e amável de todos os presente... MEU FILHO que me ensinou muita coisa..... VINICIUS GABRIEL AMOR ETERNO!
Thallytha Leite, facebook: https://www.facebook.com/thallytha.leite








Se você está precisando de ajuda entre em contato: 
Grupo de apoio Facebook: http://www.facebook.com/groups/398301213527774/
I.G.O- Instituto Gastrosquise e Onfalocele: https://www.facebook.com/groups/451305481594408/?fref=ts
E-mail: gastrosquiseonfalocele@gmail.com
Pedimos as mães que precisam de ajuda que deixem os comentários com algum contato, pra conseguirmos ajudá-las. Beijos Camila Bento

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sou pai e estou passando por isso 4499836608 whatzap se alguem poder me ajudar

    ResponderExcluir
  3. Ontem descobri atraves da ultra morfo que minha filha tem hernia onfalocele....ainda estou sem chao...pois onde moro nao tem hospital com capacitaçao pra tais procedimentos
    Andreianaressi83@hotmail.com

    ResponderExcluir